Você que lida com criatividade já se deparou com a falta de ideias em algum momento do processo do seu trabalho? Já sentiu dificuldades em “pensar fora da caixa” por “ter dado um branco” em sua mente? Pois aqui veremos o que pode causar o que chamamos de bloqueio criativo. Além disso daremos dicas de como contornar esta situação desagradável e estimular a sua mente para melhorar a sua performance em seus projetos no dia-a-dia.

O que é e o que pode causar um bloqueio criativo?

Bloqueio criativo é caracterizado pela falta de inspiração e criatividade, é a perda temporária da capacidade de gerar conteúdo. Esse termo é derivado do nome do fenômeno writer’s block, ou seja, bloqueio de escritor, em inglês.

Ser “multitarefa”

A falta de foco é o principal problema de quem é multitarefa. Fazer muitas coisas ao mesmo tempo afeta a concentração, gera mais erros e pode até gerar ansiedade. Isso significa menos produtividade e eficiência.

Falta de planejamento

A falta de organização nas tarefas e demandas, principalmente quando existem prazos, pode também gerar um bloqueio, pela falta da capacidade de direcionamento.

Estresse

O estresse perturba o nosso equilíbrio comportamental e, quando crônico, pode resultar na síndrome do burnout, um esgotamento físico e mental, quando relacionado ao trabalho.

Relacionamento entre colaboradores

Se você é um gestor ou líder de uma equipe sabe que uma boa experiência é essencial para seu consumidor, certo? Isso também se aplica ao seu colaborador.

Esteja atento e verifique se sua conduta ou a de outros colaboradores configura uma relação tóxica, pois, até mesmo a experiência do funcionário em sua empresa faz parte do sucesso de uma empresa.

Ter como foco as pessoas numa empresa demonstra que seu papel é fundamental para cada projeto e isso as torna especiais. Essa postura por parte dos gestores facilita a convivência e motiva em relação à criatividade.

Pensar fora da caixaPensar fora da caixa

Se você trabalha com comunicação, marketing e publicidade já deve ter escutado a expressão “sair da caixinha” ou “pensar fora da caixa”, não é mesmo? Essa expressão busca estimular a busca por caminhos de pensamento ainda não explorados para encontrar soluções criativas aos problemas.

Mas, não se engane, mesmo que o que você faça não esteja ligado claramente à criatividade, você também pode ter uma mente criativa. A criatividade não é uma questão de “dom” e pode ser exercitada todos os dias. Como disse Steve Jobs:

“Criatividade é apenas conectar coisas. Quando você pergunta a uma pessoa criativa como elas criaram algo, elas se sentem culpadas, pois não criaram algo de fato, apenas viram alguma coisa. Isso parece óbvio a elas depois de algum tempo.”

como driblar o bloqueio criativo

Como ser criativo e pensar fora da caixa quando estamos completamente bloqueados?

A seguir, apresentamos uma série de dicas que podem responder a este questionamento:

  • Inicialmente pare de buscar a “resposta certa” para não limitar o processo criativo;
  • Questionar mais as situações, pode abrir portas para novas ideias, além de novas respostas;
  • Busque inspirações e referências, afinal a criatividade não vem “do nada”, mas é uma combinação de referências, vivências e experiências ao longo da vida;
  • Faça pausas: se você está no meio do projeto e percebe que as ideias não estão fluindo, pare por algum tempo, renove as energias, pare de pensar no projeto e retorne ao trabalho de onde parou, sem buscar revisar o que já foi feito. Edite depois;
  • Se você tem uma equipe para o projeto, faça uma sessão de brainstorming (leia um pouco sobre isso nesse post sobre Design Thinking). O brainstorming pode estimular a mente de todos e gerar ideias. Se não há tempo para uma sessão como esta, busque opiniões sobre aquilo que já está encaminhado, pois dessa pequena interação também podem surgir pequenas fagulhas criativas.
  • Rabisque, coloque as ideias diversas num papel sem pensar muito;
  • Leia para distrair a mente. Podem ser blogs na internet ou separe um tempo para aquele livro que você começou e não tinha tempo de continuar.
  • Crie um mapa mental, que é  uma ferramenta de criação que resulta em uma espécie de diagrama utilizado para organizar informações acerca de um tema
  • Planeje o tempo com técnicas como a Pomodoro. Você pode até utilizar cronômetros criados especialmente para auxiliar na gestão do seu tempo: como increaser e o tomato timer

É importante, portanto, possibilitar à mente tempos livres, sem esquecer o planejamento do tempo e a constante busca de referências para alimentar as ideias e permitir que, mesmo com bloqueios, a criatividade seja alcançada.

E você? Tem mais alguma dica de como estimular a criatividade?